Dr. Márcio elogia a atuação da base Campos Gerais do BPMOA

877 0

Um ano de funcionamento e mais de trezentos resgates. O Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) comemorou na manhã desta sexta-feira (22) um ano de serviços em toda a região. São 70 municípios atendidos pelo BPMOA – totalizando mais de 1,5 milhão de pessoas -, entre eles os 19 de abrangência da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG).

“O pontapé inicial para a implantação da base Campos Gerais do BPMOA foi dado durante uma reunião dos prefeitos da AMCG. Apresentamos a ideia, e um ano depois lançamos o serviço, que tem como porta de entrada o município de Ponta Grossa, mas que atende a toda região”, destacou o comandante do BPMOA, major Julio Cesar Pucci.

O major destacou ainda que a base Campos Gerais do BPMOA está servindo como exemplo em todo o Brasil. “Qualquer incidente fica a apenas meia hora do serviço aéreo”, conta, lembrando que o aeromédico é acionado somente quando os demais recursos são descartados.

Para o presidente da AMCG e prefeito de Telêmaco Borba, Dr. Marcio de Matos a atuação do BPMOA vem sendo destaque em toda a região, já que os resgates foram feitos em quase todos os municípios. “Foram mais de 300 atendimentos. Vidas foram salvas com o resgate aéreo”, exulta Dr. Márcio, que é médico.

O secretário de Infraestrutura e logística do Estado, Sandro Alex exultou ainda a chegada de um novo helicóptero que atenderá a base Campos Gerais do BPMOA. “Este poderá fazer vôos noturnos, ou em condições desfavoráveis”, adiantou. Sandro destacou ainda outras novidades para a saúde da região. O Governo liberará, em breve, recursos para a construção de um novo IML dentro do Hospital Regional. E já garantiu um recurso de R$ 2,8 milhões para estruturar o setor de Oncologia na Santa Casa de Ponta Grossa.

Presente no evento, o secretário Estadual da Saúde, Beto Preto destacou a importância de um trabalho conjunto para atender toda uma região. “Aqui vejo uma unidade, pessoas trabalhando em prol de pessoas. E unidas para o desenvolvimento de uma região”, disse.

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *