Professor de colégio estadual cívico-militar em Prudentópolis é afastado, suspeito de agredir aluno em sala de aula

311 0

Um professor suspeito de dar um tapa em um estudante de 16 anos dentro de sala de aula foi afastado cautelarmente, segundo a Secretaria Estadual de Educação (SEED-PR). O homem lecionava no Colégio Estadual Cívico-Militar Barão de Capanema, em Prudentópolis.

O caso veio à tona após o pai do adolescente levar o relato do filho à Polícia Militar. Segundo ele, a agressão aconteceu na manhã do dia 22 de agosto, durante a aplicação de uma prova.

De acordo com a secretaria, a Coordenação de Processo Administrativo e Sindicância instaurou procedimento interno contra o professor. Os técnicos responsáveis terão 30 dias para apurar a denúncia e, caso necessário, o prazo poderá ser prorrogado por mais 30 dias, informa a SEED-PR.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para investigar dois crimes:

  • maus-tratos (art. 136 do Código Penal), cuja pena é multa ou prisão dois dois meses a um ano;
  • expor criança ou adolescente a vexame ou constrangimento sob sua autoridade, guarda ou vigilância (art. 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA) , cuja pena é detenção de seis meses a dois anos.

O professor responde ao inquérito em liberdade.

Por envolver um menor de idade, o processo criminal corre em sigilo de justiça.

Fonte – Com informações do Portal G1

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *