Em tempos de reciclagem, conheça o trabalho desenvolvido em Reserva

2045 0

Reciclagem é o processo em que há a transformação do resíduo sólido que não seria aproveitado, com mudanças em seus estados físico, físico-químico ou biológico, de modo a atribuir características ao resíduo para que este se torne novamente matéria-prima ou produto, segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Ela faz parte dos três “R’s” ou “erres”: reciclagem, reutilização e redução. Como a reciclagem consiste em reprocessar um item, ela é diferente da reutilização (em que há apenas a utilização do item para outra função) e da redução (que consiste em diminuir o consumo de determinados produtos).

Outro importante benefício gerado pela reciclagem é a quantidade de novos empregos que ela tem gerado nos grandes centros urbanos. Muitas pessoas sem emprego formal (com carteira registrada) estão buscando trabalho neste ramo e conseguindo renda para manterem suas famílias.

Em Reserva, tem sido dada uma atenção especial ao processo de reciclagem de lixo,  a separação do lixo reciclado é realizada em um barracão situado na estrada da Anta Magra, em uma área da Prefeitura de Reserva. O local foi construído em parceria com a Industria Klabin, e lá é feita a separação do lixo reciclado coletado pela prefeitura.

Mais de oito toneladas diárias de lixo são recolhidas,  segundo informações de Paulo Renó,  Diretor de Meio Ambiente da Secretaria da Agricultura, e desse total, são retiradas em média, doze toneladas de material reciclado por mês, em entrevista ao Portal Reserva News.

Veja a entrevista:

Leonir fala sobre a separação de lixo.

A presidente da CAMARANGO, Leonir em entrevista ao Portal Reserva News comenta sobre o trabalho desenvolvido e os problemas muitas vezes enfrentados pelos separadores no dia a dia, em virtude de materiais não recicláveis encontrados, tais como seringas usadas, lixo orgânico e outros produtos que não podem ser aproveitados.

Mas apesar de dificuldade e do árduo trabalho existe uma grande satisfação pelo resultado que tem sido obtido, pois além do belo trabalho em prol do meio ambiente, é de lá que muitos tiram o seu sustento.

Veja a entrevista:

A esperança de um dia, o fim do aterro…

O Diretor Paulo Renó nos deixou animado, após garantir que um médio a curto prazo, será eliminado totalmente o depósito de descarte atual, fruto de uma parceria com outras cidades da região, para em um trabalho em conjunto e uma parceria com a Indústria Klabin, eliminar esse mal em suas cidades. Os resíduos serão enviados para um aterro licenciado pelo IAP (Instituto Ambiental do Paraná), localizado no município de Imbaú, com previsão para o término de 2019.

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *