Policial é preso em Castro suspeito de tentar extorquir dinheiro de pessoas pela internet

64 0

Um policial militar foi preso suspeito de tentar extorquir dinheiro de pessoas pela internet, em Castro, nos Campos Gerais do Paraná. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito se entregou na noite desta segunda-feira (19), após saber que havia um mandado de prisão temporária contra ele.

Segundo as investigações, o policial entrava em contato com as vítimas dizendo que tinha informações sobre a privacidade delas e da família, utilizando um perfil falso em uma rede social.

A Polícia Civil disse que o suspeito utilizava um aplicativo de mensagens para negociar com as vítimas e cobrava de R$ 4 mil a R$ 40 mil para não divulgar as informações. Pelo menos três vítimas foram identificadas.

Em uma conversa que foi divulgada pela polícia, o suspeito aparece dizendo que conhece a rotina da família de uma das vítimas.

O delegado que acompanha o caso, Lucas Mariano, disse que o policial criava as informações e amaçava divulgá-las caso a vítima não pagasse a quantia exigida.

“As vítimas que procuraram a Polícia Civil foram orientadas a não depositar nenhum valor e não o fizeram. Mas pode haver outras vítimas que não nos procuraram”, disse.

Na manhã desta segunda-feira (20), a polícia apreendeu três chips telefônicos e três aparelhos celulares que estavam na residência do suspeito, conforme a Polícia Civil.

O policial militar foi identificado após investigações da Polícia Civil e da Corregedoria-Geral da Polícia Militar.

O suspeito se apresentou em Castro e foi encaminhado para o Batalhão da Polícia Militar, em Ponta Grossa, também nos Campos Gerais.

A Polícia Civil informou que continua investigando o caso.

O 1º Batalhão da Polícia Militar disse que o policial está preso à disposição do Poder Judiciário.

A PM disse que não compactua com desvios de conduta de seus integrantes e que colabora para a apuração dos fatos. O Batalhão informou ainda que abrirá um procedimento administrativo.

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *