Apesar de queda, Reserva mantém saldo positivo na geração de empregos em julho e é destaque

314 0

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira, 26, pelo Ministério do Trabalho e Previdência, a abertura de novos empregos com carteira assinada caiu em Reserva no mês de julho, no entanto, não foi o suficiente para que o município não mantivesse o saldo positivo pelo quinto mês consecutivo.

No total, foram 25 postos novos postos de trabalho abertos, resultado de 123 contratações e 98 demissões. O número total de empregos com carteira assinada em julho foi de 3.026 reservenses.

Desde o começo do ano, Reserva registrou 936 contratações e 680 demissões, tendo assim um saldo positivo de 256 postos de trabalho. No período de 12 meses, Reserva teve um saldo positivos de 342 postos de trabalho, fruto de 1.334 admissões e 992 desligamentos. 

Os dados do Caged apontam saldo positivo no nível de emprego em três setores de atividade econômica, e saldo negativo em dois setores.

Nos cinco setores de atividade econômica, o grande destaque foi o Comércio, com 62 admissões e 39 desligamentos o setor registro um saldo positivo de 23 novos postos de trabalho, a seguir, o setor de Agropecuária, teve um total de 10 contratações e 4 demissões, obtendo um saldo positivo de 6 novos postos de trabalho. O setor de Serviços teve um saldo de 1 posto de trabalho apenas, fruto de 23 contratações e 22 demissões. Já os destaques negativos ficaram por conta do setor de Construção Civil, que registrou em julho apenas 02 admissões e teve 4 demissões, portanto um saldo negativo de 2 postos de trabalho e a Industria, teve 26 admissões e 29 desligamentos, sendo o pior setor, registrando um saldo negativo de 3 postos de trabalho.

Na Região

Na região, o destaque negativo ficou por conta de Ortigueira, que teve 421 contratações e 682 demissões, registrando assim um saldo negativo de 261 posto de trabalho. A outra decepção na região ficou por conta de Tibagi, que abriu 60 novos postos de trabalho, mas fechou 110, ficando com um saldo negativo de 50 postos de trabalho. A seguir, veio Cândido de Abreu, com um saldo negativo de 9 postos de trabalho, após 35 admissões e 44 demissões.

Os destaques positivos, além de Reserva, apesar da leve queda, foram Imbaú com 78 contratações e 59 demissões, portanto, um saldo positivo de 19 postos de trabalho e o melhor resultado, ficou com Telêmaco Borba, com 782 contratações, 663 demissões e um saldo de 119 vagas de trabalho geradas. 

Os municípios vizinhos de Reserva, em Julho/2021, tiveram o seguinte desempenho, segundo os dados do Caged:

Cândido de Abreu

Contratações:   35
Demissões:  44 
Saldo: – 9 

Imbaú

Contratações:   78
Demissões:  59
Saldo:  19 

Tibagi

Contratações:  60
Demissões:  110
Saldo: – 50

Ortigueira

Contratações:   421
Demissões:  682
Saldo: – 261

Telêmaco Borba

Contratações:  782
Demissões:  663
Saldo: 119

 

 

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *