Moradores de Telêmaco recebem orientações da Sanepar sobre obras de esgoto

47 0

Em reunião, moradores tiram dúvidas com a equipe da Sanepar e conhecem os benefícios do sistema de esgotamento sanitário

Os moradores da Área 3, em Telêmaco Borba, estão sendo alertados, por meio de comunicado entregue nas residências, sobre a necessidade de esperar a liberação da Sanepar para fazer a interligação dos imóveis à rede coletora de esgoto. O bairro passa por obras da Sanepar que vão permitir o atendimento pelo sistema de esgotamento sanitário. Ao todo, 272 famílias serão beneficiadas.

“Para que a rede seja liberada, é preciso aguardar que uma outra etapa importante da obra esteja concluída, de forma a possibilitar que o esgoto seja conduzido corretamente para o processo de tratamento na Estação. Quando tivermos a rede liberada, novamente a população será avisada pela Sanepar sobre como proceder”, detalha a gestora de educação socioambiental da Sanepar Crislaine Mendes. Essas e outras informações também foram repassadas aos moradores da Área 3 em reunião promovida pela Sanepar na última quinta-feira (29), na Escola Municipal Presidente Castelo Branco.

“Conversamos com a população sobre a importância da obra de esgoto para a comunidade, esclarecendo as dúvidas dos moradores a respeito do que será feito, a duração da obra, como e quando fazer a interligação do imóvel, as tarifas e a utilização do sistema”, destaca a gestora. As reuniões com a comunidade fazem parte do trabalho de sensibilização socioambiental desenvolvido pela Sanepar paralelamente às obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário dos municípios.

O gerente regional da Sanepar em Telêmaco Borba, Eliezer Cunha Ribas, ressalta que a obra conta com investimento no valor de R$ 2,8 milhões e deve ser concluída dentro de um ano. “Com esse investimento, a Sanepar está beneficiando as famílias da Área 3, que passarão a ter acesso ao sistema de esgoto e, com isso, melhores condições de saúde”, diz. O empreendimento contempla 5,8 mil metros de redes coletoras e uma nova estação elevatória, entre outros.

Fonte – Sanepar

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *