Municípios da AMCG envolvem população para resgate de “Contos e Lendas”

252 0

Prefeituras da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) deram início nas últimas semanas a seus “encontros geracionais” para o resgate de seus Contos e Lendas. Lançado no final do último ano pela AMCG Cultura, o projeto “Contos e Lendas dos Campos Gerais” pretende fazer um resgate dos ‘causos’ de seus municípios e registrá-los em um material da região. “Assim como o projeto “Sabores dos Campos Gerais” estamos envolvendo a população para fazer este resgate”, explica o coordenador da AMCG Cultura e secretário Municipal de Palmeira, Waldir Joanassi Filho.
No último ano, a AMCG Cultura iniciou o resgate o de seus Sabores, e realizou a escolha de um prato para identificar cada um de seus municípios. “Agora vamos envolver nossa comunidade para identificar nossos Contos e Lendas”, conta Joanassi. Cada município fará, no mínico, quatro encontros geracionais. “Estamos reunindo a terceira idade com as crianças de nossos municípios, onde nossos idosos contam as histórias do passado para alunos das redes de ensino”, relata o coordenador. Em Palmeira, foi envolvida tanto escolas darede municipal, quanto das particulares.
O resgate, o registro, e a valorização da terceira idade. “Estamos percebendo que nosso projeto vai além da identidade regional. Nossos idosos estão se sentindo valorizados ao poderem repassar adiante seus conhecimentos”, avalia o vice-coordenador da AMCG Cultura e dirigente de Ortigueira, Jackson Benittes.
Para a produção do material dos “Contos e Lendas dos Campos Gerais”, a AMCG Cultura fará em média 80 encontros intergeracionais, as chamadas “Rodas de Conversas”, envolverá mais de cinco mil alunos, além dos idosos, que devem passar de 150. “Estamos fazendo um trabalho grandioso, que com certeza, trará resultados satisfatórios”, avalia o coordenador.
Alguns dos contos e lendas que estão surgindo nas Rodas de Conversas já são ‘velhos’ conhecidas da população mais antiga dos municípios, como é o caso, por exemplo, da história da “Ana Beje” de Tibagi. O município, inclusive, produziu um curta metragem para documentar a história e utilizar no projeto. 
Mas em outros municípios, o projeto, inclusive, está servindo para o resgate de histórias antigas, que fazem parte de suas fundações. Em Ortigueira, por exemplo, dirigentes descobriram o surgimento da localidade. “Conhecíamos a história do município desde Queimadas,que é a tradicional, de fundação. Mas por meio do projeto da AMCG Cultura encontramos histórias ainda mais antigas de uma localidade chamada Monjolinho, e que ainda conserva resquícios”, exulta o secretário de cultura.
Material
Após o resgate nos municípios, a AMCG Cultura contará os “Contos e Lendas dos Campos Gerais” em um quadro na Rede Massa que será exibido aos sábados dentro do Tribuna da Massa – a cada sábado um conto ou lenda de um município será exibido, e também com a publicação de livros. “Faremos um box com livros ilustrados dos 19 municípios contando uma das histórias escolhidas”, conta a diretora administrativa da AMCG, Katiane Pires Ferancini.
Além do envolvimento da população com o resgate das lendas, o projeto prevê ainda participação na escolha de um Mascote. “Cada município terá um mascote. Depois, por meio da internet, faremos um concurso para a escolha do mascote do projeto. E este acompanhará o box”, antecipa a assessora de Cultura da AMCG, Danielle Teixeira.

Fonte - Associação dos Municípios dos Campos Gerais

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *