Eleitor terá que votar em seis nomes; entenda a ordem e prepare a cola

760 0

No próximo domingo (7), aproximadamente 19.076 eleitores* são esperados nas 39 sessões eleitorais do município Reserva – PR, entre as 8:00 e às 17:00 horas (no horário local), para votar no primeiro turno das eleições majoritárias de 2018. O eleitor apto a votar precisa ficar atento na hora de colocar os números dos candidatos na urna eletrônica, pois qualquer erro precedido da tecla “confirma” poderá anular o voto. Neste primeiro turno, serão escolhidos os deputados estaduais, deputados federais, senadores da próxima legislatura das Assembleias Legislativas dos Estados, da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, respectivamente, e Presidente da República . Neste ano, os eleitores devem ficar atentos pois precisarão escolher dois candidatos ao Senado.

No segundo turno, os eleitores votarão, no máximo, em dois números: candidato a governador e presidenciável, caso a disputa nacional e os pleitos estaduais não sejam decididos anteriormente. Para ser eleito no primeiro turno, um candidato precisa obter mais da metade dos votos válidos, que excluem brancos e nulos.

Na hora de votação, lembre-se de sempre verificar se os dados do seu candidato constam na tela da urna eletrônica. Errou? É só apertar a tecla “Corrige”. A foto, o nome e o partido do seu candidato estão corretos? Pode apertar o “Confirma”.

Tome cuidado, pois se colocar qualquer número que não consta no cadastro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), você anulará seu voto. Também é possível votar em “Branco” em todas as etapas de votação. Ao final de cada fase, será possível ouvir um sinal sonoro.

A ordem de votação em Reserva é a mesma em todo o Brasil (com a diferença entre deputado estado e distrital no Distrito Federal). Confira:

1) Deputado federal

A urna eletrônica pedirá ao eleitor que informe, primeiro, os quatro dígitos do seu candidato a deputado federal. Também é possível colocar apenas os dois dígitos do número do partido, caso o eleitor não queira escolher um candidato específico, e sim na legenda.

2) Deputado estadual

O segundo passo é colocar os cinco dígitos do seu candidato a deputado estadual. Aqui também é possível votar apenas no partido.

3) e 4) Senadores

A urna eletrônica pedirá agora que o eleitor vote no seu primeiro candidato ao Senador Federal. Ele deverá colocar os três dígitos do postulante de sua escolha. Aqui já não é mais permitido votar na legenda.
Ao apertar “Confirma”, ele será conduzido a votar no seu segundo candidato ao Senado. Atenção para não repetir o mesmo número do primeiro, pois isso anulará o seu voto. O eleitor precisa, obrigatoriamente, ou escolher outro candidato, ou votar em “Branco”, ou anular intencionalmente.

5) Governador

Nessa etapa, a urna vai pedir para que os dois dígitos do candidato ao governo do Estado ou do Distrito Federal sejam colocados. Lembre-se: número errado anula o voto.

6) Presidente

Por último, você irá votar para presidente da República. Deverá colocar os dois dígitos do seu candidato de preferência. Confira a foto dele (ou dela) no canto superior direito, a foto do vice na chapa e as demais informações na tela da urna eletrônica. Está tudo correto? Aperte “Confirma”.

A votação acaba quando a palavra “Fim” aparecer na tela.

Clique aqui para baixar a cola eleitoral, imprima e preencha com seus candidatos.

* Fonte dos dados eleitorais: Repositório de Dados Eleitorais do TSE (09/2018)

Deixe seu comentário para a noticia

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *